Chinelos: com os dois pés no verão

15/7/2020

O chinelo será a peça de calçado mais antiga e a sua popularidade não vacila graças ao conforto e à praticidade. Na Gladz, que os produz, a atenção recai sobre a simplicidade. A marca aveirense foi criada em 2013 e a primeira coleção chegou quatro anos depois. O design e a filosofia, de acordo com Miguel Moreira, um dos criadores, sempre apontaram para a dita simplicidade. “Com um design muito minimalista, assenta sempre em modelos muito simples, com um outro pormenor ou detalhe.” Na coleção de verão há peças discretas e algumas novidades: “Modelos com tiras muito fininhas em verniz. Também vamos lançar uma linha vegan dos modelos que já temos”.

Os chinelos da marca As Portuguesas também prestam atenção à sustentabilidade e ao (bom) ambiente. Nasceram em 2015 graças à paixão de Pedro Abrantes pelo calçado e pela cortiça. “Fiz uma pesquisa e vi que não existiam solas de cortiça. Queria entrar no negócio do calçado com alguma ambição e dimensão e percebi que os flip flops seriam uma forte possibilidade de aplicar com algum vanguardismo as minhas ideias.” Give a Hand to the Planet, Base e Say No to the Plastic são algumas das coleções de chinelos da marca, que representam de forma mais aberta as preocupações ambientais no planeta.


6072
43